Antenor destaca pioneirismo do Programa Água Doce em evento realizado em Natal

Antenor destaca pioneirismo do Programa Água Doce em evento realizado em Natal

Fotos: Ivanízio RamosCom o tema “O Papel dos Estados, Municípios e Comunidades na Gestão Compartilhada dos Sistemas de Dessalinização”, foi aberto na tarde desta quarta-feira o VIII Encontro Nacional de Formação do Programa Água Doce, promovido pelo Ministério do Desenvolvimento Regional (MDR). O governador em exercício Antenor Roberto participou da abertura do evento, que acontece no hotel Praiamar até a próxima sexta-feira (29), e destacou a importância do projeto que está contribuindo consideravelmente para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros que moram em regiões de semiárido.

“Nossa palavra é de agradecimento. Minha alegria é imensa de estar aqui e poder conhecer representantes das comunidades, técnicos e gestores tão empenhados em levar dignidade às pessoas. O tema da água é um direito garantido pela nossa constituição e o programa possibilita que a água, esse bem tão necessário, chegue de maneira capilarizada às comunidades”, disse. Ele destacou o pioneirismo do sistema de dessalinização que possibilita transformar água salobra em água potável e afirmou que, quando criança, em Currais Novos, muitas vezes pensava se seria possível que a água salinizada fosse transformada em água própria para consumo humano.

Na fase atual do programa Água Doce, a experiência da dessalinização dialoga com a produção no sentido de garantir que agricultores familiares possam utilizar a água doce para o cultivo e também para criação de peixes, como tem ocorrido na cidade de São José do Seridó, onde ocorre a a primeira experiência de gestão compartilhada do sistema. “O que me chamou a atenção nesse programa pioneiro no Brasil é a capacitação das pessoas das comunidades, que estão aprendendo a utilizar o sistema. Por tudo isso é que eu parabenizo a todos vocês envolvidos nessa iniciativa linda, doce e revolucionária”, concluiu.

O diretor do Departamento de Recursos Hídricos e Revitalização das Bacias Hidrográficas, Renato Saraiva, representando o MDR, explicou que há dois anos os agentes do programa vêm trabalhando a integração do projeto com sistemas municipais, como Saúde e Educação, no sentido de garantir que a água potável seja direcionada, prioritariamente, para estudantes e pessoas atendidas em rede de saúde. “Também mantivemos nosso olhar voltado para a convivência do semiárido, e nessa integração, possibilitamos que as crianças aprendessem como funciona o sistema e ao mesmo tempo compreendessem mais sobre a convivência com o semiárido, que é o seu meio ambiente”, afirmou.

Renato informou que são utilizados critérios técnicos para definir os municípios que são contemplados com os sistema de dessalinização, e destacou o compromisso em garantir água de qualidade às comunidades, “A água é um bem público e um direito humano”. Em seguida, para surpresa da plateia, o engenheiro agrônomo João Júnior, de Cruz das Almas (BA), entrou no auditório tocando sanfona e cantando, ao mesmo tempo em que membros das 150 comunidades ali representadas entraram para ilustrar a abrangência do projeto. Ao todo, 300 cidades foram contemplados pelo Água Doce e, no Rio Grande do Norte, foram implantados 103 dessalinizadores, em 49 municípios.

O convênio firmado com o Governo do Rio Grande do Norte está investindo cerca de R$ 24 milhões na implantação de 103 dessalinizadores, beneficiando ao final em torno de 30 mil pessoas das comunidades mais vulneráveis aos impactos da mudança do clima no que diz respeito ao acesso à água. Um novo convênio com o Governo do Estado, por meio da Semarh, está prestes a ser assinado, no valor de R$ 32 milhões, para a instalação de 60 dessalinizadores movidos A energia solar e para a manutenção de todos os sistemas já implantados pelo PAD no RN.

Estavam presentes à abertura do encontro os secretários de estado do Meio Ambiente e dos Recursos Hídricos, João Maria Cavalcanti (RN) e Deusdete Queiroga Filho (PB); de Agricultura Familiar, Júlio César Mendonça (MA); o diretor geral do Instituto de Assistência Técnica e Extensão Rural, Francisco Guedes Alcoforado Filho (Emater-PI); e o prefeito de João Câmara, Manoel dos Santos Bernardo (representante dos municípios atendidos pelos programa).

Também foram convidados a compor a mesa de abertura a representante das comunidades atendidas pelos sistemas de dessalinização da comunidade Sítio Ligeiro, Serra Branca-PB), Edith Antônio; a diretora de tecnologias para programas de desenvolvimento sustentável e sociais da Secretaria de Tecnologia Aplicadas do Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações), Maria Claudia Ferrari de Castro; o diretor geral do Departamento Nacional de Obras Contra as Secas – DNOCS), José Rosilônio Magalhães de Araújo; o vice presidente da Associação Internacional de Dessalinização-IDA e diretor da Associação Latino Americana de Dessalinização – ALADYR, Alejandro Sturniolo; e a prefeita de São José do Seridó, Miúda Góes.

noticias_de_natal

Back to Top - para cima
%d blogueiros gostam disto: