Guarda Ambiental inicia projeto social com menores carentes de Cidade Nova

O Grupo de Ação Ambiental – GAAM, da Guarda Municipal de Natal, que funciona dentro do Parque da Cidade Dom Nivaldo Monte, deu início nesta segunda-feira(23) ao projeto social AMANA – Agente Mirim Ambiental de Natal.
É a segunda edição do projeto, que visa acolher crianças de 9 a 12 anos, carentes e em situação vulnerável do bairro Cidade Nova, mas que estejam matriculadas regularmente em escola pública. “Nós escolhemos aquelas crianças que não estão inseridas em projetos sociais e cujas famílias estão desestabilizadas emocional e financeiramente, que estão em processo de vulnerabilidade, explica a Guarda Ambiental, Luciana Lima, que coordena o projeto.
Iniciado no ano passado, o projeto AMANA atendeu 30 crianças, de ambos os sexos, com orientações sobre o meio ambiente, higiene pessoal, cidadania, além de atividades esportivas e culturais. Este ano, serão cerca de 60 crianças que virão para as atividades no Parque, no contra turno das escolas onde estudam. “Nós tratamos as crianças como uma pedra preciosa. No início do projeto pegamos a maioria em seu estado bruto, em termos de cidadania, e trabalhamos para burilar e dar brilho próprio a cada uma delas”, compara a Guarda Ambiental, Minora Araújo, uma das monitoras do Projeto.
O objetivo é criar um vínculo entre as crianças e o Parque no sentido de formar agentes multiplicadores e cuidar da preservação da fauna e flora existente no local. “Antes da criação do projeto, algumas pessoas entravam no Parque da Cidade para destruir os objetos e matar passarinhos, além de usarem drogas”, adverte Luciana e completa: “Algumas delas passam por problemas seriíssimos em suas casas, no seio das famílias e aqui é uma espécie de fuga para elas”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.