Nervosismo na estreia, acessos com ‘Furacões’ e treinos com Cristiano Ronaldo: Pablo completa 100 jogos como profissional

Ele tem apenas 22 anos. Diferente de muitos garotos que, na mesma idade, ainda estão longe de conquistar seu espaço no mundo da bola, Pablo já tem uma linda trajetória no futebol. E o atacante está prestes a completar uma importante marca: no próximo domingo, o Cerezo Osaka encara o Nagasaki, em casa, com Pablo entrando em campo pela centésima vez como profissional.
Momento de relembrar a carreira. Cria do Atlético Paranaense, o jovem atacante defendeu também as cores do Figueirense no Brasil – onde até hoje é lembrado com carinho pelos torcedores. Sua experiência na Europa não poderia ser melhor. Defendeu o Real Madrid e teve a oportunidade de trabalhar com grandes estrelas, como Bale, Benzema e Sérgio Ramos. Isso sem contar o craque Cristiano Ronaldo, eleito melhor jogador do mundo. “É realmente um momento muito importante, sou jovem ainda. Lembro da emoção do primeiro jogo como profissional, pelo Atlético Paranaense contra o Atlético Mineiro, estava bem nervoso. Os acessos seguidos com o Atlético-PR e Figueirense, além da permanência com o Figueira na Série A ano passado onde ajudei muito, foram especiais. E uma coisa que marcou muito minha carreira foi trabalhar no Real. Poder trabalhar com Marcelo, Xabi Alonso, o Cristiano Ronaldo, que é demais, Casillas, Sérgio Ramos, Benzema e tem o Bale também. Foi o grande aprendizado do minha carreira até aqui”, relembrou o jogador.
O centésimo jogo como profissional acontece pelo Cerezo Osaka. E Pablo não faz questão nenhuma de esconder o ótimo momento que vive no Japão. Com facilidade na adaptação, o atacante é titular do time comandado pelo brasileiro Paulo Autuori, e tem como parceiro de ataque Diego Forlán, uruguaio eleito melhor da Copa de 2010. “Estou muito feliz mesmo de completar a marca aqui no Japão. Trabalhar com o Autuori, o Forlán, o Cacau também que tem muita história no futebol. A marca de 100 jogos é muito boa pela minha idade. Uma marca especial com certeza. Se você parar para pensar são muitos jogos pela pouca idade que tenho. Mas espero muitos mais jogos, muitas conquistas, muitos gols pela frente”, afirmou o atacante, que pelo Cerezo tem até então 12 jogos, três gols marcados e quatro assistências.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.