Ricardo Motta faz balanço de gestão à frente da AL

unnamedEm sua despedida da presidência da Assembleia Legislativa, o deputado Ricardo Motta (PROS) destacou o trabalho que realizou à frente da Casa. Entre as ações, o parlamentar citou o primeiro concurso público da história da AL, a instalação do Procon da Casa, do Memorial do Legislativo Potiguar, realização de campanhas educativas, Projeto Recomeçar, projeto de inclusão de jovens com Síndrome de Down no quadro de funcionários da Casa e o Assembleia na Copa. Na ocasião, o parlamentar também falou sobre a aprovação do pedido de empréstimo, feito pelo governo do estado, no final do ano passado e do projeto sobre a fusão do Fundo Previdenciário.
O deputado disse que, após reflexão, retirou sua candidatura à reeleição da Casa e que estava com a consciência tranquila. “Sempre prezei por manter uma postura conciliatória, esgotando todas as possibilidades de diálogo em busca de um entendimento. Vou honrar minha história, da minha família, do meu pai Clóvis Motta, vou igualmente honrar meu Estado, sendo porta voz dos interesses do RN”, declarou.
O parlamentar agradeceu o apoio dos colegas da 60ª legislatura e aos servidores da Casa. “Quero agradecer aos meus companheiros, que estiveram ao meu lado, que honraram os seus compromissos assumidos comigo e publicamente. Quero agradecer o apoio e a solidariedade. A eles eu rendo as minhas homenagens. Aos servidores desta Casa, meus colegas servidores, o meu abraço afetuoso. Se não pude realizar meus sonhos, concretizar os projetos que estavam elaborados, não foi por falta de vontade e nem de interesse. Portanto, agradeço sensibilizado, aos queridos servidores desta AL”, disse o deputado.
Ricardo Motta também deu boas vindas aos novos deputados e disse que todos devem caminhar de mãos dadas pensando no bem comum do povo do RN. “Para não dividir o indivisível, tentar unir o nosso estado, unir a AL, a legítima Casa do povo, quero neste momento, dizer que em nome do RN, do bem estar do povo desta terra eu retiro a minha candidatura e voto no candidato Ezequiel Ferreira. Vamos juntos para o mesmo objetivo”, concluiu.
ELOGIOS – Praticamente todos os deputados presentes apartearam o ex-presidente e elogiaram sua atuação à frente da Casa. O deputado José Dias disse que a atitude de Ricardo beneficiou a Assembleia. Para Getúlio Rêgo, o ex-presidente agiu com maturidade política ao retirar sua candidatura. Os deputados Agnelo Alves, Tomba Farias, Nélter Queiroz e Raimundo Fernandes declararam que votariam pela reeleição em Ricardo Motta, mas diante de sua decisão, mudaram o voto para Ezequiel, que, segundo eles, merece, da mesma fora, o posto de presidente.
O deputado Kelps Lima destacou o comportamento conciliador de Ricardo Motta. “Já tivemos opiniões diferentes, mas nunca houve um movimento de sua parte que impedisse que eu defendesse meus pontos de vista. Seu gesto hoje não surpreende seus amigos, que sabem que sua busca é por unir. Nos tranquiliza que seu sucessor seja Ezequiel”, declarou. Fernando Mineiro defendeu o debate sobre a eleição da Mesa Diretora para aprimorar o funcionamento da Casa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado.