Servidores Estaduais cobram explicações do Governo sobre falta de empresa para administrar empréstimos pessoais

Janeayre Souto - presidente do SinspGoverno diz que edital está em fase de elaboração

O Sindicato dos Servidores Estaduais da Administração Direta (SINSP) se posicionou esta semana com relação ao fato de que Governo do Estado do RN teria cancelado o contrato com a empresa responsável pela administração da margem consignada dos funcionários, ficando o problema sem data prévia para solução impedindo a aquisição de novos empréstimos.
O SINSP alega que pela falta de informações, protocolou um ofício cobrando explicações sobre o problema. “Nós queremos apenas uma solução imediata para esse problema que atinge a todos os servidores. É um direito que nos foi tirado. Até quando o Governo vai penalizar os mais de 100 mil servidores e suas famílias?”, indagou Janeayre Souto, presidente do Sindicato.
De acordo com a Secretaria de Estado da Administração e dos Recursos Humanos, o edital para o processo de chamamento público que vai definir a contratação de uma nova empresa para prestar o serviço está em fase de elaboração. A assessoria do Governo informou que ainda não existe uma data prevista para a publicação do edital.
A presidente do SINSP disse que o Sindicato já recebeu vários casos de servidores que tiveram os pedidos de empréstimo negados por falta de uma empresa que gerencie a margem consignada. O sindicato informou que o contrato com a antiga empresa teria sido cancelado no dia 14 de março sem um comunicado oficial aos servidores estaduais.

Faça um comentário, sua opinião é muito importante para nós.