UFERSA – Na abertura do ForGrad, professora Maria Beatriz defende planejamento na democratização do Ensino Superior

A Universidade Federal Rural do Semi-Árido traz pela primeira vez em Mossoró o Fórum Brasileiro de Pró-Reitores de Graduação (ForGrad) e órgãos similares das Instituições de Ensino Superior da região Nordeste. O encontro teve inicio na noite desta quarta-feira, dia 27, com a palestra magna da professora Maria Beatriz, que falou sobre o “Processo de Democratização e Interiorização do Ensino Superior no Brasil: Políticas, Propostas e Desafios”.
Com formação acadêmica na Educação, a professora Maria Beatriz foi reitora durante a implantação da Universidade Federal do Pampa e Secretária de Educação Básica no Ministério da Educação – MEC. Na sua explanação, apontou os desafios para o processo de interiorização do Ensino Superior, tendo em vista assegurar a qualidade do Ensino e mais ampliação do acesso.
“É preciso levar a Graduação para as cidades do interior do Brasil, mas também é preciso levar a Pesquisa, as ações de Extensão e todas as dimensões acadêmicas para que essas cidades permaneçam conectadas à Universidade”, defendeu a palestrante, alertando ainda para a importância do processo contínuo de planejamento.
Embasadas com gráficos, Maria Beatriz expôs um panorama do Ensino Superior no Brasil, ressaltando a distribuição das vagas por Regiões, modalidade de Ensino (Presencial, a Distância, Licenciatura, Bacharelado) e tabela de crescimento dos cursos. Para finalizar a noite, a plateia formada basicamente por profissionais dos setores de Graduação das Universidades perguntou sobre ações afirmativas, desafios administrativos e também o papel da Universidade na Educação Básica.

NÚMEROS
4 Instituições públicas oferecem Ensino Superior no RN – UFERSA, UFRN, UERN e IFRN.
22 instituições de ensino do Nordeste estão representadas
150 profissionais participam dos três dias de evento

A programação do primeiro momento do Fórum foi aberta oficialmente pelo professor José de Arimatea de Matos, que presidiu a mesa composta ainda pelo reitor da UERN professor Pedro Fernandes; pelo coordenador geral do ForGrad em Mossoró, professor Carlos Augusto Pavão, pró-reitor de Graduação da Ufersa; o presidente nacional do Fórum, professor Mauro Luiz Rabelo; do diretor em exercício do IFRN, professor Hélio Pinheiro; da professora Ieda Chaves, secretária de Educação de Mossoró; do diretor Acadêmico da Faculdade Mater Christi, professor Gildson Bezerra; e ainda dos pró-reitores da Ufersa Felipe Ribeiro (Extensão) e Júlio César (adjunto de Assuntos Comunitários) e da professora Inessa Vasconcelos (Graduação da UERN).
O evento foi retomado hoje, quinta-feira, com a palestra sobre “O futuro da licenciatura a partir das normativas para o Ensino Médio”. Os integrantes também irão participar de mesas de debates, relatos de experiências, painel de exposições e apresentação cultural com a exibição de documentários produzidos pela Ufersa.
Em um dos momentos mais importantes do encontro, um grupo de trabalho irá compilar todos os encaminhamentos deliberados no Fórum em um documento intitulado “Carta Mossoró”. Todas as regiões organizam as suas cartas que são entregues no Fórum Nacional de Pró-reitores de Graduação e órgão similares, neste ano sediado em Brasília.
O professor Augusto Pavão ressalta a importância do encontro para o fortalecimento de políticas públicas. “Muda na proporção e algumas características, mas todas as instituições passam pelos mesmos desafios na gestão das políticas públicas para a Graduação”.
O Fórum segue até sexta-feira, dia 29 e, entre esses pontos em comum, os pró-reitores e gestores estão debatendo também sobre o Plano Nacional de Educação – PNE; o SiSU; a formação de professores; a interiorização e expansão das Instituições e os desafios para a licenciatura interdisciplinar.

Faça um comentário, sua opinião é muito importante para nós.